top of page
marmore.png

Desenvolvimento Típico da Criança - Noções Gerais

Para percebermos as diferentes patologias pediátricas devemos ter uma noção do seu desenvolvimento  típico - desde o desenvolvimento in útero até ao desenvolvimento após o nascimento.



O  bebé é considerado de pré-termo quando nasce antes das 38 semanas de gestação, podendo subdividir-se em pré-termo ligeiro (36 a 38 semanas), moderado (34 a 36 semanas) e grande pré́- termo (até às 34  semanas). 


Da mesma forma, eventos que possam interferir com o normal desenvolvimento estão de igual  modo divididos em eventos pré-natais (se ocorrerem até ao parto) e perinatais (se ocorrerem durante o  parto até aproximadamente 27 dias) a partir dos quais são denominados de eventos pós-natais. 


 

Desenvolvimento in útero - Desenvolvimento do sistema músculo-esquelético 


O desenvolvimento embrionário do esqueleto inicia-se por volta da 3ª semana, altura na qual começa a ocorrer a migração da mesoderme intraembrionária. 


4ª semana essas  células agregam-se e ocorre a condensação, formandos os somitos. Estes dividem- se em esclerótomo  (originando no futuro, o osso, a cartilagem e os ligamentos) e em dermomiótomo (originando a derme da  pele e o músculo-esquelético). Por volta dessa semana forma-se as vértebras e os processos transversos. 


5ª semana os membros superiores encontram-se mais desenvolvidos que os inferiores, com o carpo já formado. Nesta altura, os miotúbulos primários estão bem  desenvolvidos e diferenciados. 


6ª semana observa-se os modelos cartilagíneos dos futuros ossos. A  estrutura básica das articulações forma-se quase simultaneamente (contudo só terminam de se moldar na  infância com o movimento e as forças de compressão). 


A ossificação primária dos ossos longos inicia-se  por volta da 7ª semana até ao 4º mês. A partir desta semana, o osso começa a especificar-se (esponjoso)  e ocorre a sua vascularização. 


Por volta da 20ª semana de gestação os miotúbulos fundem-se formando as fibras  musculares já similares à idade adulta. 

 

Desenvolvimento do sistema nervoso central (SNC) 


O SNC (cérebro e medula espinhal) assim como o sistema nervoso periférico (SNP) desenvolvem-se a  partir da ectoderme, mais especificamente da neuroectoderme, entre a 3ª e a 4ª semana de gestação. 


Ao 22º dia inicia-se o encerramento do tubo neural (denominando-se de neurolação). Este termina por volta  do 24º-28º dia. 


Podemos considerar que à 6ª semana de gestação a forma básica do SNC está formada. 

Durante o período embrionário (50 dias) formam-se as curvaturas que delimitam o prosencéfalo (por volta  dos 35 a 40 dias), do mesencéfalo e do robencéfalo. As circunvoluções cerebrais surgem por volta das 30  semanas (7 meses) de gestação. 


O proencéfalo (vai resultar na formação dos hemisférios – telencéfalo - por volta dos 42 dias de gestação assim como, no tálamo e hipotálamo - diencéfalo), o mesencéfalo e do rombencéfalo (vai dar origem no  final à ponte, cerebelo e medula oblonga). A proliferação e a migração ocorrem na sua potencialidade no 2º trimestre da gravidez, enquanto a mielinização inicia-se no  3º trimestre. 


A organização do cérebro determina o seu funcionamento.

Comporta a densidade dos neurónios, o padrão de ramificação dos axónios e dendritos e o padrão dos contactos sinápticos. Estas características começam a desenvolver-se por volta do 6º mês de gestação. Apesar da densidade neuronal e dos padrões básicos do crescimento axonal e dendrítico serem determinados nos primeiros 2 a 3 anos após o nascimento, a  remodelação das conexões sinápticas continua ao longo da vida.  


Às 24 semanas de gestação quase todos os neurónios foram produzidos, a embriogénese produz 1 a 2 vezes mais neurónios do que os que estão presentes no cérebro adulto, consequentemente há uma morte  seletiva dos neurónios (apoptose) à nascença. 


Movimentos espontâneos in-útero 


O desenvolvimento sensoriomotor típico é baseado em processos endógenos que se iniciam na vida fetal. 

Esses movimentos continuam após o nascimento de uma forma diferente como resultado de uma  transformação neural e redução de sinapses (adaptação à gravidade). Podemos resumir que as principais  aquisições durante o desenvolvimento in útero ocorrem do seguinte modo:  

Divisão da gestação de acordo com as competências adquiridas  

0 a 3 meses de gestação - Desenvolvimento das estruturas anatomofisiológicas. 

3 a 6 meses de gestação - Experiência do movimento (motilidade fetal) de todos os padrões de movimento.  

6 a 9 meses de gestação – Estimulação a nível vestibular, táctil e propriocetivo. Boca à mão.  



 
Logótipo Centro Medular



Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page