top of page
marmore.png

Neuro-desenvolvimento "Normal" Típico aos 5 meses de idade

Saiba quais são as etapas de desenvolvimento que o seu filho deve ter adquirido, num desenvolvimento normal, com 5 meses de idade:


✓ Faz de avião em ventral, maturação do reflexo de Landau


✓ A retificação lateral do tronco está implícita apesar de não estabelecida. 


✓ Ao 5 1⁄2 mês, em dorsal, descobre a outra extremidade do corpo (desenvolvimento da coordenação  olho-pé), indicador de um equilíbrio do controlo postural entre flexores e extensores. Alcança o pé em  dorsal, agarra os dedos e puxa os dedos para extensão, informação táctil para a planta do pé preparando  para o suporte de peso. Contudo em pé os dedos permanecem fletidos, agarrados à superfície para  providenciar estabilidade distal. O bebé em decúbito dorsal apresenta movimentos antigravíticos:  roda a cabeça facilmente de lado para lado; alcança as mãos ou mãos aos joelhos; musculatura  abdominal ativa; pode cair para os lados ao elevar as pernas. 


✓ Maior independência dos movimentos da cabeça podendo trazer o queixo sem uma sinergia flexora  total. Do mesmo modo consegue levantar a cabeça em dorsal e pode descolar os ombros da superfície  de apoio, sendo um sinal do aumento da força abdominal. 


✓ Sentado assume uma base de suporte larga, a pélvis move-se anteriormente sobre o fémur, trazendo o  centro de gravidade para a frente, necessitando de menos apoio da zona toracolombar. O peso da  cabeça, ombros e tórax estabiliza os fémures contra a superfície de apoio. A atividade muscular em  torno da anca traz a pélvis sobre os fémures e estabiliza os movimentos acima, implicando uma base  de suporte mais estável e maior controlo ativo do tronco. 


✓ Também em dorsal o bebé ativa a extensão ao empurrar-se contra a superfície arqueando a cabeça,  pescoço e tronco. 


✓ Facilmente leva os objetos à boca e não o contrário. Inicia a transferência do objeto de uma mão para  a outra, mas com esforço e lentamente. 


✓ A criança tenta passar à posição de pé. Inicio dos movimentos que se aperfeiçoam aos 6 meses de  balançar para cima e para baixo em pé, fornecendo input vestibular e propriocetivo. 


✓ Os reflexos primitivos deixam de ser dominantes à medida que ocorrem as reações posturais ou o desenvolvimento do controlo postural. 


✓ Início do agarrar unilateral. Primeiro agarra com uma e depois a outra junta-se a essa. 


✓ Em ventral a habilidade de levantar a cabeça e o peito da superfície aumenta, tornando-se deste modo  uma posição funcional. Os membros superiores podem ser usados para transferência de peso e o tronco  e pernas providenciam estabilidade para atividade da cabeça e tronco superior. Nesta idade já se apoia  num braço para alcançar com o outro, agarrar e brincar.  


✓ Ao 5º mês a criança empurra-se para cima, estende os braços, transferindo o centro de gravidade para  o abdómen inferior. Existe assimetria na transferência de peso.  


✓ Do 3º ao 5º mês, a atividade postural simétrica providencia estabilidade para desenvolver movimentos  funcionais em ventral ou dorsal, o bebé move-se dentro da sua base. 


✓ Dos 3 aos 5 meses a criança transfere o peso corporal dos ombros para o abdómen, pélvis e fémures, desenvolvendo controlo abdominal. Esse aumento de atividade abdominal vai favorecer a estabilização  para o ombro mover-se sobre o tronco, criando a possibilidade de controlo dinâmico dos braços durante  o alcance e o agarrar.  


✓ O sistema visual é um incentivo para o trabalho postural que a criança inicia em todas as posições. Aos 5 meses há já maior controlo do corpo consequentemente maior qualidade do controlo visual. Quanto  maior o campo visual maior a curiosidade.  




Tem dúvidas se o teu filho atingiu o patamar "normal"? Marque já a sua consulta!



 
Logótipo Centro Medular

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page